19-08-2018 | 07:12

SIGA NOS


ADEPOL REÚNE COM O EX - DELEGADO GERAL RILMAR FIRMINO EM FAVOR DOS CANDIDATOS À DELEGADOS

Você está em - Home - Notícias - ADEPOL REÚNE COM O EX - DELEGADO GERAL RILMAR FIRMINO EM FAVOR DOS CANDIDATOS À DELEGADOS

ADEPOL REÚNE COM O EX - DELEGADO GERAL RILMAR FIRMINO EM FAVOR DOS CANDIDATOS À DELEGADOS

Um grupo de aproximadamente 20 policiais civis, entre escrivães e investigadores formados no curso de Direito e que fizeram concurso público para a função de Delegado desde o ano de 2009, conversaram na manhã de hoje (11.04.2018), com o Delegado Rilmar Firmino de Sousa na sede da Adepol, solicitando a intermediação deste,. para resolver o impasse criado pelo Estado que recorreu da decisão de mérito julgado pela Justiça, em favor dos  interessados. O líder do grupo, investigador Roberto Gonçalves, disse ter saído satisfeito da reunião uma vez ter sido bem recebido pelo delegado Moraes e toda a sua diretoria que " abriu às portas" para que " pudéssemos sentar e conversar com o Delegado Rilmar à respeito desse imblogio". Ele explicou: " estamos aqui recorrendo com o Delegado Rilmar Firmino para que ele possa junto ao Governo do Estado do Pará abrir esse link". Por outro lado, o advogado do grupo, Mauro Costa afirmou que foi  uma " reunião muito satisfatória e que o  dr. Rilmar ficou de levar esse pleito ao Governo". Disse ainda que " todos os processos estão com decisão de mérito e que o Estado recorreu. Processualmente, o negócio está sendo feito da forma certa".  Aguardam uma definição, 60 delegados, 10 investigadores e 4 escrivães. No final, o Delegado  Rilmar pediu lhe fosse apresentado um "dossiê, contendo a situação individual para que possa discutir com a PGE cada caso.

 

 

 

 OUÇA AS ENTREVISTAS DO IPC. ROBERTO E ADVOGADO MAURO

 

 

 O Delegado Rilmar ouviu atentamente os anseios dos pretendentes e pediu um " dossiê " com a situação de cada um".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IPC. Roberto: " A Adepol abriu às portas "

 

 

 

 

Advogado  Mauro: " Estamos tentando conversar com o Governo "